(51) 3013-6655  (51) 99201-1123

Ortodontia

Ortodontia é a especialidade da odontologia responsável pelo diagnóstico, prevenção e tratamento das maloclusões dentárias (alterações de mordida). O tratamento destas maloclusões se da através do uso de aparelho, o qual deve ser planejado especificamente para cada caso.

Importância do tratamento ortodôntico

O desalinhamento dos dentes interfere não apenas na estética e harmonia da face, como pode dificultar a realização da higiene dos dentes, favorecendo o desenvolvimento de cáries e doenças periodontais. Uma mordida em desequilíbrio pode desencadear dores de cabeça, de pescoço e dores musculares, sendo a ortodontia a especialidade odontológica responsável por diagnosticar, prevenir e tratar as maloclusões.

Aparelho para Crianças e Adolescentes

O tratamento ortodôntico na infância tem por objetivo prevenir o estabelecimento de uma mordida alterada ou mesmo interceptar maloclusões já instaladas, evitando o agravamento ao longo do tempo. Já o seu uso na adolescência visa corrigir alterações de mordida já estabelecidas.

Como é escolhido o meu aparelho?

A escolha do aparelho ortodôntico é realizada após o diagnóstico e planejamento baseado em informações clínicas (como o exame da cavidade bucal e análise facial) e no resultado dos exames radiográficos, modelos dos arcos dentários, fotografias intraorais e análise cefalométrica. Todos estes exames complementares constituem a chamada Pasta Ortodôntica, documento solicitado pelo profissional como pré-requisito para planejamento do aparelho a ser utilizado.

Tipos de aparelho mais utilizados:

Aparelho ortodôntico

O aparelho convencional é constituído por bráquetes (estruturas metálicas que são fixadas aos dentes), banda (espécie de anel metálico que envolve os dentes posteriores), elástico e fio metálico.

Aparelho ortodôntico estético - Porcelana/Safira

Os aparelhos estéticos são assim chamados por serem feitos com um tipo de material que os torna quase imperceptíveis sobre a superfície dentária, garantindo maior conforto aos pacientes em situações sociais por serem mais discretos.

Os bráquetes (parte integrante deste tipo de aparelho) são cerâmicos e subdividem-se em dois tipos: os monocristalinos (safira) e os policristalinos. Os monocristlinos (safira) têm como principal característica a translucidez, imitando a cor dos dentes do paciente, já os policristalinos possuem coloração mais branca. Ambos apresentam ainda a vantagem de se manterem-se inertes aos fluídos bucais, sem sofrer alteração de cor no decorrer do tratamento.

Aparelho Invisível - Clear Aligner

Os aparelhos invisíveis Clear Aligner possuem como principal vantagem a questão estética, pois são praticamente imperceptíveis. O paciente pode executar suas atividades diárias normalmente sem que ninguém perceba que está usando um aparelho ortodôntico, pois diferentemente dos aparelhos convencionais, o Clear Aligner possui espessura superfina e é transparente. Os aparelhos invisíveis são fáceis de remover, permitindo que o paciente tenha maior facilidade em realizar limpeza dos dentes e do próprio aparelho.

Aparelho expansor fixo

Utilizado para alargar a maxila e/ou mandíbula com o objetivo de corrigir a mordida cruzada e permitir o espaço necessário para todos os dentes.

Aparelhos Móveis

Em adultos, são usados como contenção, ou seja, com a finalidade de manter os dentes na posição adequada após o tratamento ortodôntico fixo. Já em crianças, podem ser utilizados para expandir as arcadas, corrigir mordida cruzada e falta de espaço para os dentes permanentes, bem como auxiliar na correção de alterações nas inclinações dentárias e posição da língua, prevenindo problemas futuros.

Aparelho ortodôntico extrabucal

Os aparelhos extrabucais são aqueles que possuem apoio externo à boca, ou seja, que apresentam algum tipo de ancoragem na face ou na cabeça. São indicados para casos nos quais é necessário aplicar uma força elevada sobre a maxila ou mandíbula com objetivo de estimular ou limitar seu crescimento, sendo geralmente utilizados na infância ou na adolescência.

Mantenedor de espaço fixo

Quando a criança perde um dente de leite precocemente, os dentes vizinhos tendem a inclinar-se, fechando o espaço antes ocupado pelo dente. Para evitar a perda deste espaço, que é fundamental para que o permanente nasça no futuro, faz-se necessário o uso de um aparelho mantenedor de espaço.

Duração do tratamento ortodôntico

A duração do tratamento ortodôntico varia de caso para caso e ortodontista poderá dar ao paciente uma previsão da duração do seu tratamento. É importante destacar que a colaboração do paciente e o comparecimento às consultas de manutenção são fundamentais para que os resultados sejam obtidos dentro do tempo previsto.

Situações que podem indicar uso de aparelho dentário

  • Na presença de Mordida Aberta - quando os incisivos superiores e inferiores não se tocam ao morder, permanecendo um espaço entre eles que favorece a interposição da língua durante a fala e a deglutição - ou na presença de Atresia de Maxila - estreitamento da arcada que favorece o estabelecimento de Mordida cruzada e falta de espaço adequado para os dentes permanentes. Tais condições podem ser causadas pelo uso prolongado de chupeta, hábito de sucção do dedo, dificuldade respiratória (respirador bucal), etc.
  • Retenção ou não erupção dos dentes permanentes devido à falta de espaço na arcada decorrente da perda precoce de dentes decíduos (dentes de leite).
  • Posicionamento da mandíbula (“queixo”) muito para frente ou muito para trás em relação à maxila.
  • Não formação de algum dente (Agenesia) ou presença de dentes em número excessivo (Extranumerários) podem ocasionar desalinhamento e alteração de mordida.
  • Presença de dentes de tamanho reduzido ou aumentado, ocasionando sobra ou falta de espaço nas arcadas.

Receba Dicas de Saúde para seu filho!